DisneyImagem

 

Conheci a Dani Polis há um tempo em um encontro de blogueiros e, durante nossa conversa, ela me contou que já tinha trabalhado na Disney. Achei o máximo, porque eu mesma já tinha cogitado, dentre outras opções de trabalho temporário no exterior,  tentar uma vaga na Disney, aí quis saber mais à respeito da experiência dela.

Pedi para ela colaborar aqui com o blog, respondendo à algumas perguntinhas… Para quem sonha em unir o trabalho em um lugar mágico com o aprendizado de um idioma, essa é uma ótima opção, hein ?!

 

Trabalho na Disney

 

1. Qual o primeiro passo para quem quer trabalhar na Disney ?
R: A única empresa que cuida dos processos seletivos da Disney é a STB. Não existe outra forma para fazer o International College Program, que é este programa de trabalho. O primeiro passo é ficar de olho no site da STB para ver quando terão as palestras informativas.

 

2. O que é necessário para se trabalhar lá ?
R: Falar inglês (não precisa ser a pessoa mais fluente do mundo, mas intermediário é o mínimo) e estar na faculdade em um curso de no mínimo 4 anos. Tem que ser pró-ativo, disposto a trabalhar com as mudanças e ser uma pessoa bem maleável.

 

3. Quais as restrições para quem quer se candidatar à uma vaga ?
R: Não pode estar nem no primeiro nem no último semestre da faculdade. E como eles tem muito “apreço” pela aparência, não pode ter tatuagens visíveis (leia-se onde não dá pra cobrir). Tem que estar disponível também para ficar 10 semanas, em média, fora.

 

4. Para que tipo de pessoas esse trabalho é indicado ? E para quem não é ?
R: Para qualquer pessoa que quer ter uma experiência totalmente diferente. Posso dizer que o trabalho é o de menos, a experiência de vida que se ganha lá é sem tamanho. Você mora, convive e trabalha com gente do mundo inteiro. Indico para todo mundo que procura a experiência de vida, e não é nada indicado para pessoas que não são flexíveis e maleáveis, já que você chega lá sem saber com quem vai morar.

 

Trabalho na Disney

 

5. Quais os tipos de vagas disponíveis ?
R: Isso muda de ano pra ano, mas de formas gerais são para lojas, operações em brinquedos, personagens, limpeza e restaurantes/carrinhos de comida. Depende da demanda deles. No meu ano teve gente que trabalhou em hotel, como salva-vidas, como assistente de personagens e por ai vai.
Ah, e cabe lembrar que você já sai do Brasil sabendo em qual posição vai trabalhar, mas não sabe exatamente em qual parte do complexo vai trabalhar. Isso você só descobre lá.

 

6. Quais os pontos positivos e negativos da sua experiência lá ?

Os pontos positivos são muitos: além de fluência no inglês, você ganha uma vivência internacional totalmente diferente. Você é responsável por si só – compras, roupas, limpeza, tudo ou você faz, ou fica sem. Também viver com gente que você não conhece é um aprendizado e tanto! Eu cheguei para dividir apartamento com cinco meninas que somente tinha visto no aeroporto.

Trabalhar em uma das maiores empresas do mundo também faz diferença, você vê como é o processo de gerenciamento de cada parte do complexo. O único ponto negativo é a saudade. Da comida e da família. E pra quem tá lá a pior época é o natal, para quem tem costume de passar com a família.

 

7. Qual é o balanço que você faz dessa sua experiência ? Valeu a pena, foi o que você esperava ?
É uma experiência que recomendo pra todo mundo. A Disney é um lugar mágico não só pra quem visita, mas pra quem trabalha também. Se eu pudesse iria de novo, mas infelizmente não rola mais! ahaha
Como eu nunca tinha ido ao exterior, não sabia bem o que esperar. E aos 20 anos de idade eu tinha pouca experiência de trabalho também. Cheguei cheia de medos, mas fui pra lá e fui tão bem acolhida por todo mundo que não durou nem uma semana o receio! Ainda bem 🙂

 

Trabalho na Disney

 

 

Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

2 Comments

  1. Ju, adorei aparecer por aqui 😀
    Deu uma saudade de lá!! Sem dúvida o melhor lugar que já trabalhei no mundo!
    Espero que ajude quem tem interesse de ir para lá 🙂
    Beijão!

Deixe uma resposta