Praias de Santa Catarina

 

 

Santa Catarina tem muita, mas muita praia mesmo ! Enquanto estávamos lá (ficamos uns 9 dias), fomos a umas 2 praias por dia, e mesmo assim ficaram faltando várias para conhecer ! Isso sem falar nas outras coisas que eu queria ter feito / conhecido mas que também não deu tempo !

Bom, mas vou falar aqui das praias que conheci por lá, o que achei de cada uma… Devo admitir que eu fiquei meio decepcionada com algumas delas, nem sei dizer o que eu esperava, mas não me surpreenderam muito. Acho que eu estava esperando algo com cara de Los Roques, será ?? Brincadeira, é que eu é que ando aguada por uma praia de águas transparentes (entenda-se mar do Caribe rsrs), aí fico comparando tudo com esse meu sonho tropical ! kkkkk

Mas vamos lá, porque mesmo sem mar de águas transparentes eu me diverti muito pelas praias de Santa Catarina e, se você adora praia, super recomendo o destino !! 😉

 

1° dia – Praias do sul de Floripa: Armação e Matadeiro

 

Assim que chegamos, como a viagem foi totalmente sem programação prévia, fomos ao Centro de Informações Turísticas de Florianópolis. Lá, além de receber informações sobre a região e pegar mapas, pode-se contratar o serviço de guias turísticos.

Depois dessas informações decidimos ir à uma praia que o guia indicou chamada Matadeiro. Fomos até a praia Armação e fizemos uma trilha bem curtinha até essa outra praia, a Matadeiro.

Como o tempo estava meio nublado a praia não estava muito cheia quando chegamos, por volta daas 11:30 hs, mas quando fomos embora, por volta das 17:30 hs, já estava bem mais cheia e com muitos surfistas chegando. Quando estávamos fazendo o caminho de volta, olhamos para o mar de cima da trilha e era impressionante a quantidade de surfistas na água !

Lá tem barracas que disponibilizam mesas, cadeiras e guarda sol para os clientes que estão consumindo por lá. Digo isso porque nós nunca levamos guarda sol ou cadeiras para praia nenhuma, então para nós a informação sobre se há opção de barracas ou aluguel dos mesmos é importante… rsrs.

Já de volta à Armação, fomos andando até uma “ilha” (só que não porque tem como chegar a pé rsrs) que tem lá mesmo. Para chegar lá tem uma ponte que a liga à praia e é de lá que se tem a vista mais bonita do local.

 

Praias de Santa Catarina

As pedras da ilha na Praia Armação

2° dia – Balneário Camboriú

 

No segundo dia fomos à Praia Central em Balneário Camboriú. Lá, ao contrário da praia que tínhamos conhecido no dia anterior, estava razoavelmente cheia.

O que achei diferente das praias que costumo frequentar é que lá não tem quiosques daqueles com mesas e tal, só barracas. Ah, e a cada 5 passos tem uma barraca de churros e milho !! Nem para dar uma diversificada na oferta dos produtos, era uma barraca do lado da outra e vendendo a mesma coisa ! kkkkk

Apesar de você não poder contar com o guarda sol e as cadeiras de quiosques, lá tem a opção de você alugá-los por R$ 5,00 cada.

 

Balneário Camboriú Santa Catarina

 

3° dia – Joaquina e Praia Mole

 

Gente do céu, o que é o trânsito para ir para essas duas praias ??? Chegamos na rodovia Admar Gonzaga (fiz questão de anotar o nome ! rs) por volta das 12:30 hs e quando chegamos na praia Joaquina eram por volta das 16 hs !!!!!!

DETESTAMOS trânsito, mas sabe aqueles lugares em que você só enfrenta o trânsito porque não tem para onde fugir ?? Tá certo que era final de ano, uma época em que tudo estava completamente lotado, mas olha… sofrido, viu ?! =/

Lá na Joaquina, que estava beeem cheia (até demais para o meu gosto rs), no primeiro lugar que fomos tentar alugar guarda sol e cadeiras estava R$ 10,00 a cadeira e R$ 20,00 o guarda sol (!!!), mas depois achamos outro lugar aonde alugamos 2 cadeiras por R$ 15,00 e o guarda sol por R$ 10,00. Ou seja, não alugue cadeiras no primeiro lugar que encontrar por lá, dê uma procurada ! 😉

Para os amantes do calor, lá tem dunas bem grandes aonde as pessoas praticam sandboard e “ski bunda”. Nós não tivemos coragem de ir até lá em cima das dunas, nossa coragem acabou lá em baixo mesmo !!! Rsrs..

Se você for na intenção de praticar esses esporte lá, vá preparado para andar um caminho razoável e depois ainda subir até o topo das dunas debaixo do sol, porque a distância é grande !!

 

Praia Joaquina em Santa Catarina

As dunas da Joaquina. Tem que ter muita coragem para percorrer essa distância toda debaixo de sol ! Rs..

De lá seguimos para a Praia Mole que foi, das praias que conhecemos, a que mais gostei. Chegamos pouco antes das 18 hs e ainda tinha um Sol gostoso e um céu cheio de parapentes ! Rsrs..

Lá você pára o carro em um dos estacionamentos e pelo que percebi todos eles dão acesso à praia e custam em média R$ 10,00.

 

Praia Mole Santa Catarina

Praia Mole Santa Catarina

 

Ficamos em um lounge que foi montado na beira da praia, com DJs, sofás, duchas e vimos de lá o pôr do sol. Eu e meu namorado adoramos a infra, né ?! Fora que como os DJs que estavam tocando eram bacanas, quase tivemos que arrastar meu namorado de lá para irmos embora antes do estacionamento fechar ! Rsrs..

Aí para ir embora, às 21 hs, adivinha ??? Muito, muito trânsito de novo na estradinha de uma mão para ir e uma mão para vir !!! =S

 

Praia Mole Santa Catarina

Melhor do que ir à praia é quando tem ducha, banheiro e música boa ! Rs..

4° dia – Bombinhas e Mariscal

 

Também conhecemos Bombinhas, que vi que era a capital do mergulho ecológico. Só achei que a faixa de areia da praia de Bombinhas é bem pequena ! Aí a praia fica pequena e cheia.. rsrs..

Já na praia Mariscal a faixa de areia era grande e estava bem vazia. Nessa não tem quiosques mas alugamos cadeiras por R$ 5,00. Pelo menos no dia e no horário em que fomos, essa praia é uma boa opção para quem gosta de praias mais vazias.

 

5° dia – Praia dos Ingleses e Canasvieiras

 

A praia dos Ingleses me impressionou por não ter praticamente areia ! Quando a maré sobre chega quase nos muros do limite da praia !!

Para quem quer praticar sandboard e “ski bunda” mas não teve coragem de enfrentar a distância enorme a ser percorrida para tal na Joaquina (rsrs), aqui é uma boa opção. As dunas são bem mais próximas, digamos assim, bem menos sofrido de chegar.

 

Praia dos Ingleses Santa Catarina

As dunas da Praia dos Ingleses

Os meninos alugaram uma prancha de sandboard por  R$ 15,00 a hora, precinho bem camarada, principalmente para dividir em 2 pessoas (não seja egoísta, vai ser bem difícil você ter fôlego para ficar subindo e descendo sozinho por R$ 1h !! Rsrs..)

De lá fomos para a praia Canasvieiras, que achei bem parecida com a dos Ingleses, mas sem as dunas (pelo menos não que eu tenha visto ! rs). Ela também é tão cheia de argentinos quanto a praia dos Ingleses e com tão pouca areia quanto (rsrs).

 

Praia dos Ingleses Santa Catarina

Olha que cansa ficar subindo e descendo essas dunas, viu ?!

Fora isso passamos em um desses dias, que eu não me lembro qual, em Jurerê Internacional, mas fomos no final do dia, chegamos por volta das 18 hs. Mas deu para ver que é bem o que se vê e lê em todo lugar: muita gente linda e bem vestida por todos os lados.

Lá é uma boa opção para quem quer aproveitar festas e lounges fechados à beira da praia, como o P12, onde ia tocar um DJ francês que eu não me lembro  mais quem era (rsrs), com ingressos do 1° lote  r$ 50,00 mulher e r$ 100,00 homem e baladas como o Café de La Music.

Bom, com relação às praias, foram essas que conheci. Como eu disse, foram uns 9 dias de viagem e nos dias em que fomos para as praias, íamos a 2 por dia. Mesmo assim, certeza que tenho que voltar para conhecer várias outras que ficaram faltando… é muita praia !!! Rsrs..

 

Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

4 Comments

Deixe uma resposta