Eu já conhecia o Memorial 11 de Setembro, em Nova York, mas nunca tinha entrado no museu. Devo dizer, é muito tocante ver, não só a história de um acontecimento dessa magnitude, mas ver também um pouco das histórias individuais de cada uma das pessoas envolvidas, contadas ali entre vídeos, fotos e objetos pessoais.

No memorial, localizado onde antes estava o complexo do World Trade Center, existem duas piscinas com cachoeiras artificiais. Essas piscinas foram construídas no local exato onde um dia estiveram as torres gêmeas, e tem os nomes dos 3.000 mortos no atentado terrorista que as derrubaram, gravados em placas de bronze ao seu redor. Só essa escultura já faz a gente entrar em um clima que não consigo descrever em palavras, de tão intenso.

O memorial, do lado de fora do museu. Foto: 911memorial.org

Já no museu, além de ter sido concebido mantendo vigas da estrutura original visíveis no seu interior, estão expostos objetos das pessoas que estavam no local no dia do atentado e também das equipes de resgate, inclusive um caminhão dos bombeiros atingido pelos destroços das torres – uma coisa realmente impressionante de se ver.

Também existem partes do museu em que se podem ver vídeos da data do incidente, depoimentos e um perfil virtual das vítimas. Essa parte, pelo menos para mim, foi a mais difícil de ver, uma vez que aqueles números de vítimas se transformaram em histórias com rostos, bem ali, na minha frente.

O lugar é silencioso e pede respeito, por isso não acredito ser uma programação muito recomendada para ser feita com crianças.

Programa emocionalmente intenso, que faz vários sentimentos e reflexões aflorarem.

 

Museu e Memorial 11/09

180 Greenwich St, Nova York

Aberto diariamente, das 07:30h às 21:00h

Somente para entrar no museu é necessário comprar ingresso; o memorial, na parte externa, é aberto à todos.

Quem tem o New York CityPass pega uma fila diferente, geralmente menor e mais rápida, se informe antes de entrar em uma das filas.

www.911memorial.org

O centro comercial de formas super modernas, construído em frente ao Memorial

A visita ao Museu e Memorial 11/09 foi uma cortesia Interamerican Network e NYC & Company para o Trip Feeling. As opiniões e comentários descritos aqui são independentes e baseados na experiência que tivemos. 

 

 

Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

Deixe uma resposta