Em mais um dos dias em que estivémos na República Checa fomos à cidade de Pilsen (ou Plzen como eles dizem lá, pq cheguei querendo falar Pilsen e ninguém me entendeu ! kkk), famosa por suas cervejarias. Segundo li, foi criada alí a cerveja pilsen e o tipo da cerveja foi batizado em homenagem à cidade.

Saímos de Praga de manhã e fomos até a rodovíária, seguindo as indicações da garota do hotel, que era super prestativa e imprimiu todos os horários de saídas e nos fez um mapinha pra chegarmos até a rodoviária. Lá compramos as passagens, não me lembro exatamente quanto foi, mas com certeza não passou de R$ 15,00 (!!!). A viagem durou cerca de 1:30 hs e o ônibus além de super pontual era mega confortável (por esse preço achei que fosse um pau de arara caindo aos pedaços !! kkk). Na volta tinha até “serviço de bordo, com uma pessoa servindo café, água ou capuccino !

 

Pôster na rodoviária de Praga: Acho que o Inri Cristo tava por lá ! kkkkk

Chegando lá fomos até a maior cervejaria da República Checa, a Pilsner Urquell. Fomos a pé para dar uma olhada na cidade que é linda, com seus monumentos e prédios históricos espalhados por todos os cantos. Chegando na cervejaria, pagamos também uma quantia bem pequena pelo tour guiado, que nos levou pelas instalações mais modernas da fábrica e também pelos túneis subterrâneos (leve blusa e vá de calça pois é um frio do caramba lá embaixo, algo em torno de uns 6°), aonde vimos como era feito o processo de armazenamento e fermentação das cervejas antigamente, pelo modo artesanal, com direito à degustação de cerveja no final do tour.

 

 

A lojinha de souvenirs deles também tem muitas coisas legais, comprei um boné para o meu pai por R$ 15,00 (ele faz coleção de bonés e ai de mim se vou viajar mesmo que para Paranapiacaba e não trago um boné pra ele ! kkk) e também conjuntos de 2 copos super bonitos com o logo deles por R$ 10,00 cada conjunto !

Ainda bem que perguntamos o horário do último ônibus para Praga porque ele saía cedo, antes das 18 hs. Se não fosse isso, com certeza a gente ia chegar lá umas 9 da noite (achando que era esquema São Paulo, sempre tem tudo à qualquer hora), e não teríamos como voltar pra Praga aquele dia.

 

A Catedral de São Bartolomeu, no centro histórico

 

Por termos que voltar cedo por causa do ônibus, mais o tour na cervejaria que acho que foi de 1:30 hs, não conseguimos conhecer muito mais de Plzen, além da cervejaria e do centro histórico da cidade, que tem a Catedral de São Bartolomeu, feita em estilo gótico e que, como não poderia deixar de ser, era lindíssima.

Foi rápido, mas com certeza a beleza da cidade valeu o passeio !

 

O lindo portão de entrada da cervejaria

Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

Deixe uma resposta