Continuando à falar sobre minha viagem à República Checa no mês passado, no pacote que nós fechamos o vôo de volta fazia uma escala de 11 hs em Madri. Aí adivinha o que nós fizemos ? Colocamos as malas nos lockers no aeroporto e fomos conhecer a cidade, claro !

 

Aliás, o que é aquele aeroporto de Madri meu Deus ? É gigante !! Para ir de um lado para o outro do aeroporto às vezes é preciso ir de metrô ! Ou seja: não deixe para chegar em cima da hora do seu vôo ou você pode ter problemas ! Outra coisa sobre o aeroporto: a gente só fica sabendo qual é o portão do vôo algum tempo antes dele sair. Então você pode estar de um lado do aeroporto e seu vôo irá sair do outro lado. Mas nada que uma pessoa que é precavida, que chega com antecedência, vá ter problema ! 😉

 

Voltando (rs), pagamos um preço bem baratinho no locker e conseguimos colocar tudo lá dentro: bagagens de mão e malas minhas e do meu namorado (inclusive a minha suuuper mala rsrs).  O deslocamento aeroporto-cidade é super fácil, tem tanto ônibus que saem de lá para diversos pontos da cidade como também tem o metrô, que sai lá de dentro do aeroporto mesmo. A gente escolheu pegar o metrô, e compramos um passe que dava direito a ser usado durante um dia inteiro, e que também pagamos baratinho, acho que o nome dele era turístico, era o que compensava mais pro nosso caso. Vale dar uma olhada com calma nas opções disponíveis antes de fazer a compra do seu bilhete.

 

Como a gente só tinha um dia para conhecer a cidade, optamos por fazer um city tour e dar uma olhada em tudo o que fosse possível. Perguntando no balcão de informações turísticas do aeroporto, fomos informados de um passe que se pode comprar para uns ônibus de city tour que rodam pela cidade toda e cobrem tanto o “circuito” histórico quanto o moderno da cidade, esses ônibus também, pelo que me lembro, tem opções de bilhetes, nós compramos só pra 1 dia (claro ! rsrs).

 

 

Os ônibus do city tour: super recomendo !

Pegamos o metrô até uma estação que o cara do guichê de informações turísticas tinha sinalizado pra gente no mapa e chegando lá já pegamos o ônibus do city tour. O que achei mais legal desses ônibus é que ele tem vários pontos espalhados pela cidade toda e se pode descer e subir dele quantas vezes a gente quiser ! Se você tá passando em um lugar e achou legal, quer conhecer melhor é só descer, ficar o tempo que quiser lá e depois ir no ponto e esperar outro ônibus passar. E eles passam super rápido,tipo de 10 em 10 minutos ! Fora isso, cada assento tem seu fone de ouvido, aonde você pode ouvir sobre os lugares pelos quais está passando, inclusive em português.

 

A gente achou que não daria de conhecer muita coisa, mas até que deu ! Esses ônibus agilizaram muito nosso dia em Madri, com certeza sem eles não teria dado pra conhecer tanta coisa em tão pouco tempo e nem gastando tão pouco. Aliás, sobrou tempo até ! Sabe no final do dia, quando não dá mais tempo de fazer mais nada demorado, mas também está sobrando muito tempo até a hora de ir para o aeroporto ? Foi aí que nós nos arrependemos de não ter ido fazer uma visita guiada ao estádio do Real Madri ! Quando chegamos, estávamos tão esbaforidos achando que não daria tempo de nada que só ficamos do lado de fora mesmo, mas aí no final do dia, com aquelas horinhas finais sobrando, bateu um arrependimento… mas aí já não dava mais tempo, as visitas estavam encerrada para aquele dia ! =/

 

Sobre compras, achei tudo caro lá e não comprei nada ! Afinal, eu estava vindo da República Checa, aonde 1 Coroa Checa era o equivalente a 10 reais ! rs..

 

Já sobre a cidade mesmo, fiquei encantada com as fontes e os jardins, tudo tão lindo, tão bem cuidado ! Foi uma passada rápida por Madri, mas foi ótimo, adorei !

 

 

Pizzas da PaPizza: Delícia e só pagamos 2 euros ! ;D

Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

Deixe uma resposta