DCIM100GOPRO

Fazer mergulho em Barbados é uma daquelas coisas obrigatórias quando se está nessa ilha. Sim, é chato quando alguém diz “você tem que”, porque cada um tem seu interesse próprio, mas sério… Você tem que fazer um mergulho enquanto estiver por lá!

Todo o período em que estivemos na ilha foi incrível, mas posso dizer que fazer mergulho de snorkel e ver as tartaruguinhas, os vários peixes coloridos chegando tão perto de mim e barcos naufragados a poucos metros de distância, foi uma experiência simplesmente inesquecível.

DCIM100GOPRO

Nós fizemos nossos mergulhos de snorkel e com cilindro com a Barbados Blue, que fica no complexo do hotel Hilton. Além de mega atenciosos, como todos os barbadianos que cruzaram o nosso caminho, o que achei mais bacana é que eles não são só um local para prática de esportes náuticos, eles tem como objetivo incentivar o turismo consciente, inclusive nas crianças da ilha, para que elas aprendam desde cedo a respeitar aquele ecossistema que é tão frágil quanto lindo.

Para isso,  há mais de dez anos o pessoal da Barbados Blue coordena projetos de limpeza subaquáticas e das praias, além de projetos de monitoramento e transplante de corais, estando sempre ligados não só a programas estudantis mas também à iniciativas de educação pública sobre a vida marinha.

Assim como o que eu mais gostei em Barbados foi o fato de ter contato direto e real com a cultura local, o que achei mais legal nesse projeto foi a visão de que o mar é de todos e deve se ter toda a sua fragilidade levada em consideração.

Além de ter ajudado a elaborar o regulamento para mergulho, esportes náuticos e a área de proteção marinha em Barbados, eles são os únicos na ilha a terem dois biólogos marinhos na sua equipe, sendo que um deles o Andre Miller é embaixador para conservação e coordenador do projeto PADI em Barbados, que é a maior organização de treinamento de mergulho do mundo.

Você já viu um coral sendo transplantado? Não? Então dá uma olhada no vídeo que eles fizeram explicando um pouco mais sobre esse projeto tão bacana e da sua história:

Todos os funcionários recebem treinamento médico e para o mergulho com snorkel não é necessário nenhum tipo de treinamento prévio, só o que é dado pelos instrutores no barco antes de você mergulhar.

Já para o mergulho com cilindro é necessário um treinamento que é feito na piscina do Hilton, onde você recebe instruções bem específicas sobre o que deve – ou não – ser feito enquanto estiver em baixo da água. Esse treinamento te dá um certificado que permite que em um próximo mergulho que você fizer, esse treinamento não seja mais necessário.

Se você ficou curioso sobre essa experiência maravilhosa que foi nadar nas águas transparentes de Barbados, no nosso post com o roteiro que fizemos por lá você pode dar uma olhada nos nossos vídeos, onde tem um pouco não só do nosso snorkeling, mas também do treinamento que os meninos fizeram antes do mergulho com cilindro.

Dica: Eu, que fico super enjoada quando ando de barco, esqueci de levar remédio e passei mal, mas um dos instrutores me indicou tomar um remédio chamado Gravol, que eles vendem por lá. Então se você também sofrer com os enjoos e tiver esquecido de levar do Brasil seu remédio, fica a dica! 😉

 

Barbados Blue

Hilton Hotel, Needham’s Point, St Michael

E-mail: info@divebarbadosblue.com

www.divebarbadosblue.com

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

Fotos: Ricardo Jayme 

 

Essa viagem contou com o apoio da GVA – Global Vision Access, Visite Barbados e de alguns serviços no destino. As opiniões e comentários descritos aqui são independentes e baseados na experiência que tivemos. 

Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

Deixe uma resposta