Nada melhor do que pegar dicas de um lugar com uma pessoa que morou por lá, né ? Então convidei a Thaís, que morou em Milão, para dar umas dicas de lá pra gente. E ela deu muuitas dicas, todas ótimas ! Dá uma olhada:
“O Corso Vittorio Emanuele é o lugar mais conhecido de Milão. Começa na Piazza Duomo e vai até a piazza San Babila, toda essa zona é de compras. Ali tem a loja de departamentos mais famosa da Itália, La Rinascente que tem desde roupas a decoração de casa e um mini market de comidas, chás e águas bacanas (e caras). Na época de promoções, que é janeiro e agosto, os descontos são megas e vale super a pena comprar coisas lá. No subsolo tem o Design Supermarket e é incrível ! Tem de tudo quanto é coisa de design, livros, luminárias, louças, malas, eletrônicos, etc… Tem toda a linha da pantone de canecas, cadeiras, cadernos, latas… No último lugar, onde está o mini mercado de comidas, também tem um restaurante e na parte de fora tem uma vista maravilhosa do Duomo e da Piazza.
Ali perto tem uma sorveteria chamada Cioccolati Italiani (via San Raffaele, 6 – uma esquina). É o melhor sorvete que eu já tomei na vida !!!!! Nos finais de semana tem uma fila gigante e tem que ter paciência… Na frente tem o Luini, que vende panzerotti (espécie de pizza frita super tradicional e super gostosa !!!), o endereço é via Santa Redegonda, 16. Continuando na rua do Luini, você acha a Piazza San Raffaele, onde dá pra sentar e comer o panzerotto antes de ir tomar o sorvete ! E se você seguir nessa rua até o final, em direção à galeria Vittorio Emanuele, você chega na Piazza Alla Scalla onde tem uma estátua do DaVinci e o teatro Alla Scalla que é lindo e vale a pena fazer o tour pelo museu que tem ali dentro.
Nessa região tem uma rua chamada Oreffici e ali tem um café chamado Arnold, que é a versão starbucks de Milano.
A Via Torino (onde está a Zara e dá pra ver da piazza Duomo) também é uma rua de compras, provavelmente a mais legal da região. Estando ali, na primeira rua à direita (via Spadari, 6) tem a Ladurée, a mais famosa loja de macarron de Paris. Também tem uma na loja Excelsior (concorrente da Rinascente) aonde você encontra todo tipo de artigos de luxo. Continuando pela via Torino tem uma Fnac, uma Accessorize, várias lojas de lingerie e uma loja meio multiuso chamada Muji, vale a pena dar uma passada ! Continuando nessa rua até o final você chega na área das Collone di San Lorenzo, aonde tem várias lojas tipo Imaginarium, onde você compra coisinhas de design que não custam tão caro (mas também não servem pra muita coisa além de serem bonitas… 🙂 ). Assim que termina a Via Torino começa o Corso de Porta Ticinese (onde estão as colunas de são lourenço). Ali tem um bar chamado Tapas onde você pode comer e beber comida espanhola… os vinhos são ótimos ! Na quadra da frente em uma pizzaria maravilhosa chamada Fratelli La Bufala (sugiro a pizza 4 formaggi, todos são de búfala !). Ali mesmo na praça das Collone di San Lorenzo os jovens costumam comprar cerveja ou vinho e ficar tomando por lá, é um ponto de encontro famoso entre os jovens de milão ou que estão passeando pela cidade… Durante o dia, continue pelo Corso di Porta Ticinese que tem mais lojas super legais além de alguns brechós fofos. Tem uma loja de calçados chamada Mauro Leone que tem uns sapatos muito fofos e não custam tão caro, são 2 lojas na mesma rua. Também tem várias lojas de rock, estilo galeria do Rock de SP. No final da rua tem uma California Bakery que vende um cheese cake delicioso e também uns sanduíches de bagel maravilhosos. O ideal é fazer um brunch ali e fora essa existem outras na cidade, uma delas na Via Larga, é só descer na Fermata Missori da linha amarela do metrô.
No bairro de Navigli (continuação do Corso de Porta Ticinese) tem vários bares e restaurantes. Para não ir a pé é só pegar a linha verde do metrô e descer na Fermata Porta Genova. Um deles é o Officina 12 (Alzaia Naviglio Grande, 12), é um restaurante e não custa muito barato, mas vale a pena ! Também tem a That’s Bakery, que é tipo a California Bakery, mas tem que chegar cedo no sábado porque tá sempre lotada…
Em Lambrate tem o Birrificio Lambrate (Via Adelchi, 5), é um bar mega legal que tem uns 10 tipos de cervejas artezanais todas feitas por eles, desde a pilsen até a escura, com vários teores alcoólicos. Ali toca um rock muito legal, os barmen são engraçadíssimos, a cerveja custa 5 euros a pinta (568ml) e uns sanduíches muito bons ! É só pegar o metrô verde e descer em Lambrate.
O Parco Sempione e a Trienale são 2 lugares muito bacanas de se visitar, a Trienale tem sempre umas mostras de design e muitas delas são grátis. Dentro do Parco Sempione tem o Bar Bianco, que só abre na primavera e verão. O bom da Europa no verão é que sempre anoitece depois das 10 e dá pra aproveitar um monte a cidade ainda com luz. Muita gente faz pic nic no parque e é sempre cheio, mas muito legal porque dá pra paquerar a vontade… 🙂
O Corso Sempione também é famoso pelos bares e depois das 6 hs todos os bares oferecem aperitivo. É uma espécie de happy hour, mas ao invés de ter a bebida mais barata, eles servem comida a vontade, então apesar do drink custar meio caro, você pode comer a vontade e dali já ir pra alguma balada. Os melhores bares são sempre lotados na hora do aperitivo, mas vale a pena porque as pessoas são muito bonitas, as músicas são boas e você não precisa ficar na rua até tarde se quiser passear cedo no outro dia.
O Mom, na Viale Montenero é outro bar que tem um aperitivo bacana e música boa. Mesmo que não for para o aperitivo, vale a pena dar uma passada porque o bar é legal !
Gewurztraminer é um vinho branco que eu experimentei lá e é uma delícia ! Aliás, vinhos e queijos são 2 coisas que custam quase nada e tem tantos tipos que a gente até se perde!”
Ótimas dicas da Thaís, né ??
Ah Itália… espero te ver em breve !!!
Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

Deixe uma resposta