Comissário de voo

Para quem tem aquela curiosidade de saber como é a vida de alguém que gosta tanto de viajar que decide ter isso como seu trabalho, aqui vai o depoimento do Jhones, que é comissário de voo.

Ele fez o caminho inverso ao meu: enquanto eu fiz curso para ser comissária de bordo mas acabei indo trabalhar na empresa em que nos conhecemos, ele decidiu ser comissário depois que saiu de lá, e se apaixonou por essa profissão.

Dá uma olhada nas respostas dele às minhas perguntas:

1. Qual é o primeiro passo para quem quer trabalhar como comissário de bordo ?

O primeiro passo para quem quer trabalhar como comissário de voo é escolher uma escola de aviação que seja credenciada pela ANAC. O curso de comissário de voo tem duração de 4 a 6 meses, dependendo da carga horária diária. Muitas escolas oferecem o curso noturna, de segunda a sexta, e também cursos aos finais de semana. O valor desse curso varia entre R$ 1.800,00 a R$ 2.500,00.

2. O que é necessário para se candidatar à uma vaga ?

Para se candidatar à uma vaga a pessoa precisa ter acima de tudo muita determinação e vontade para exercer a profissão, principalmente muita paciência pois hoje a concorrência está muito acirrada em relação às vagas de emprego. Então aperfeiçoamento em outras línguas e cursos extracurriculares serão de suma importância em um processo seletivo. Nos dias atuais, a aviação não está voltada apenas para certo padrão de beleza, não são criados mais rótulos de que você deve necessariamente ser uma pessoa alta, magra, linda e loira como antigamente. Sim, os tempos mudaram na aviação ! E graças a Deus mudaram, pois antigamente o meu sonho de voar ficaria apenas no papel, já que meus 1,67 m não me permitiriam ser um comissário de voo… Rsrs.

3. Existe alguma restrição ?
Uma das restrições que pode existir em relação à carreira de comissário é a idade. Não chega a ser uma regra, mas as empresas não costumam contratar pessoas na faixa dos 35 anos. Vale lembrar também que não se pode ter doenças crônicas ou alguma deficiência física, já que trabalhamos em um ambiente totalmente fechado e pressurizado.

Comissário de voo

4. Para que tipo de pessoas esse trabalho é indicado ? E para quem não é ?

Como falei, esse trabalho tem restrições para pessoas com doenças crônicas e algumas psicológicas, como síndrome do pânico por exemplo. Somos submetidos à uma longa bateria de testes e exames para garantir que estamos aptos.

No mais, o trabalho é indicado para toda e qualquer pessoa que goste além de exercer as função a bordo, goste acima de tudo do contato com as pessoas, pois sem dúvida é um desafio dos mais difíceis, já que lidamos com culturas, raças e crenças totalmente distintas umas das outras.

5. Quais os pontos positivos e negativos dessa profissão ?

Os pontos positivos são tantos que nem sei por onde começar… Mas o fato é que vivemos em contantes mudanças e fases e a aviação nos abre portas nunca antes abertas. Nos tornamos pessoas melhores, somos obrigados a amadurecer e ter total responsabilidade sobre nós e nossos atos. Nos tornamos mais sensíveis ao olhar tímido de quem nunca viajou antes e está ali fora do seu habitat natural, somos responsáveis por arrancar um sorriso, por passar segurança, por sermos educados e simpáticos.

Conhecemos o país de norte a sul, vivenciamos experiências, fazemos amigos a cada jornada, a cada voo. Conhecemos culturas, diferentes povos, suas crenças, tradições, as comidas típicas e o jeito peculiar de se comunicar de cada região.

E sim, ganhamos bem também. Mas também para quem vive de galho em galho, longe da família e dos amigos, ausente em todas as festas e baladas, levantando dias seguidos às 2h ou 3h da manhã para poder voar, é o que nos faz garantir o leite da criança, né gente ? Rsrs..

E não costumo ver tanto os lados negativos, mas sendo realista a nossa saúde vai se desgastando ao longo dos anos, os resfriados se tornam frequentes… A saudade de casa, da nossa cama, dos amigos e da família pesam muito.

Porém, como cada dia é um novo dia, lá estamos nós felizes a cada voo, pouso e decolagem. Isso é sem dúvida o que nos move todos os dias de nossas vidas.

Comissário de voo

6. Qual é o balanço que você faz dessa sua experiência ? Vale a pena, está sedo o que você esperava ?

O balanço é o melhor possível ! E já digo que não me vejo mais trabalhando trancafiado em uma sala de escritório. Costumo dizer que meu único escritório daqui para frente será a galley do avião, se Deus quiser ! Lá vejo o mundo com outros olhos, onde o céu será sempre de brigadeiro e o sol a inspiração de cada dia em que me levanto de madrugada para voar. Onde a esperança por dias cada vez melhores se renova a cada amanhecer.

E tudo não é só o que eu esperava, é muito mais ! Voar é amar o que se faz, é levar consigo o melhor sentimento para o voo, é saber o seu real dever a bordo, que é bem diferente de ser um garçom de luxo, como algumas pessoas nos vêem. Quando entramos para a aviação somos picados por um bichinho que não nos permite mais andar pela Terra como antes.

Assim, finalizo com um texto recitado na minha formatura por uma comissária da turma, a Taís Oliveira, e uma frase do grande pensador Leonardo da Vinci:

 

“Quantos nós somos? Quem nós somos?
Nós somos aqueles que saíram de casa muito jovens em busca do sonho,
Nós somos aqueles que tiveram muito pouco ou quase nada para chegar até aqui,
Nós somos aqueles que ouviram que seria impossível conseguir,
Somos aqueles que lutaram tanto para ajudar os que tanto nos apoiaram…
Nós somos aqueles que tiveram as asas (e os corações) cortados por pouco tempo mas que pareceu uma eternidade,
Nós somos aqueles que perdemos namorados e namoradas pela escolha de voar,
Aqueles que tiveram coragem de largar aquela profissão que não nos fazia felizes pra viver uma nova realidade.
Aqueles que sequer haviam entrado em um avião…
Somos aqueles que deixamos nossa cria, bem pequenininha, com o coração apertado mas cheio de garra e vontade de nos doar.
Somos aqueles que viajamos, gastamos o que tínhamos e não tínhamos para estarmos aqui,
Que nos preparamos, estudamos, abrimos mão de muita coisa para realizar o que pulsava dentro de nós.
Nós somos os abençoados, os escolhidos dentre tantos que ainda aguardam e desejam, somos os que lutam, os que agradecem todos os dias, os que retribuem e os que valorizam.
Nós somos aqueles que vão fazer com que o “bom dia” as quatro da manhã venha com muita doçura e felicidade, aqueles que vão batalhar, honrar e lutar pra que seja bom para todo mundo.

Aqueles que vão vestir o uniforme a cada dia com o melhor sorriso no rosto.
E ainda nos perguntam quem somos nós.
Nós? Nós somos um só. Nós somos um time de vencedores, cheios de energia:
Nós somos comissários de voo!”

Tais de Oliveira

 

“Uma vez que você tenha experimentado voar, você andará pela terra com seus olhos voltados para o céu, pois lá você esteve e para lá você desejará voltar.”

Leonardo Da Vinci 

Comissário de voo

 

Autor

Juliana Rosa é apaixonada por viagens, esportes, arte, música e criatividade em geral e conta aqui no blog um pouco das suas andanças.

4 Comments

  1. Que depoimento tocante. Já trabalhei em aviacão, em terra, há muitos anos, mas como bem disse o Jhones, é um bichinho que pica, e mesmo afastado dessa área há mais de 10 anos, ainda é um assunto que me interessa. Parabéns ao Jhones pela entrega e paixão pela profissão, e que o céu seja sempre de Brigadeiro.

    • tripfeeling.com Responder

      Muito lindo o amor dele pela profissão de comissário, né ? =)

  2. Muito legal seu depoimento, legal quando fasemos oq amamos, meu Sonjo e ser uma comisaria. Amo voar mais tivi um acidente e fiquei com cicatriz no tornozelo já vou fazer 35 anos isso mi deixou triste porque sei que a minha chance e muito difecil, mais não vou dessestir Telma obrigada .

Deixe uma resposta